Última Hora
recent

Whindersson Nunes ajuda fã com paralisia cerebral e caso vai parar na Justiça


Whindersson Nunes, que recentemente recusou um convite da Globo, acaba de se envolver em uma polêmica. Ele se comoveu com o comentário do estudante André Nunes Nachtigall, diagnosticado com paralisia cerebral ainda na infância, e se ofereceu para comprar um triciclo adaptado.

Seu objetivo é ir sozinho para a faculdade para não depender exclusivamente da sua mãe, e o youtuber, que recentemente foi seguido por Silvio Santos no Twitter, decidiu resolver a situação por conta própria.

Tal pedido foi apenas para receber ajuda na divulgação, mas o marido de Luísa Sonza se disponibilizou para comprar o equipamento.
“Onde é que tem esse troço moço? ‘Nois’ compra agora!”, respondeu. Ele deu o valor do triciclo, em torno de R$ 25 mil, mas o dono da empresa responsável não fabricou a peça.

De acordo com informações do UOL, o valor foi para a conta do proprietário de uma empresa responsável por fazer o veículo adaptado, mas até hoje ele não fez a entrega. “Whindersson e a Honda pagaram a ele tudo direitinho e ele sumiu, mas não imaginava que ele fosse assim”, lamenta o rapaz beneficiado.

Ele então levou o caso à Justiça e duas audiências sobre o caso já foram realizadas, mas até agora, não houve acordo. Enquanto isso, ele continua na mesma situação de antes, dependendo da mãe para levá-lo para a faculdade, em Pelotas, Rio Grande do Sul.


O jovem tem 24 anos de idade e é levado todos os dias em uma cadeira de rodas, mas lamenta pela situação de sua mãe: “Ela é cheia de coisas pra fazer também”. Nachtigall conta que o youtuber chegou a oferecer outro triciclo, mas ele não quis aceitar. Whindersson, até o momento, não se manifestou oficialmente.

O proprietário da empresa responsável, por sua vez, afirma: “Não somos bandidos, mas se deu a entender que temos a intenção de pegar o dinheiro e não entregar isso é uma inverdade. Simplesmente, não tenho condições de devolver. Estamos atravessando por uma dificuldade, como qualquer microempresa que foi afetada pelo maldito governo, desde o PT”.


“Estamos imobilizados por falta de capital”, completa ele, que recebeu os R$ 25 mil. Ele alega que parte do triciclo já foi feita, mas não poder fixar um prazo para a entrega. “Se eu falar que vou entregar no mês que vem seria uma mentira porque não tenho capacidade, passo por dificuldades”, completa.
SKN Angola

SKN Angola

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.